SINPOL-RS realiza reunião com o líder do MDB, Deputado Edivilson Brum

Cesar Mello (Presidente da ACP/RS), Edivilson Brum (Deputado e líder da bancada do MDB), Mário Flanir (Presidente do SINPOL-RS) e Rogério Bilhalva (Diretor do SINPOL-RS).

O SINPOL-RS, Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do RS, representando pelo Presidente Mário Flanir e o Diretor Rogério Bilhalva, acompanhado do Presidente da ACP/RS, Cesar Mello, participaram da reunião realizada às 11h30 da manhã de segunda-feira, dia 22/04, no gabinete do líder da bancada do MDB na AL/RS, Deputado Edivilson Brum.

No encontro foi solicitado o apoio imediato do Parlamentar para as principais demandas prementes da categoria policial: reajuste/reposição salarial digno e o resgate da simetria histórica salarial, entre o Comissário de Pol.  e o Capitão da BM.

Durante a reunião, o Presidente do SINPOL-RS, enfatizou situação difícil dos servidores da segurança pública, em especial da Polícia Civil (Delegados Comissários, Escrivães, Inspetores e Investigadores de Polícia) explicando que as perdas da categoria no decorrer dos anos, já ultrapassam os 60%, devido a inflação no período dos Governos Sartori e Leite. O Presidente Mário, enfatizou que a segurança pública produz uma pauta política positiva para o Governo Leite, com um trabalho de alta qualidade e produção, em contrapartida nada de reconhecimento, apenas discursos vazios e promessas inócuas, já perduram seis anos.

O Parlamentar recebeu as demandas formalizadas em um ofício que além das pautas referidas, bem como, também destacou a crise no IPE Saúde, solicitando esclarecimentos sobre os serviços defasados e de qualidade ruim, prestados pela atual administração da autarquia, afetando diretamente as famílias dos servidores da Polícia Civil e toda a categoria dos servidores públicos do Rio Grande do Sul. Reivindicamos a ajuda do Deputado Brum, para a realização de uma audiência com o Presidente do IPE/SAÚDE.

Por fim, a Direção do SINPOL-RS, agradece a atenção dispensada e o apoio, prestados pelo Líder do MDB.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 17 =