SINPOL-RS: pré-candidato a Deputado Estadual, Delegado Diogo acompanhado do Deputado Federal Danrlei de Deus Hinterholz, pré-candidato à Câmara, fazem visita ao Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do RS

A Diretoria do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do RS (SINPOL-RS), após receber contato da assessoria política do pré-candidato a Deputado Estadual Delegado João Carlos da Luz Diogo/PSD, juntamente com o Deputado Federal e pré-candidato à reeleição Danrlei/PSD, recebeu na tarde desta quinta-feira, 14/07, os mesmos em nossa sede para um debate de ideias e propostas políticas na área da segurança pública. Também estiveram presentes os assessores, André Bertotto e João Luis Grando.

No início da reunião o Presidente do SINPOL-RS Mário Flanir, reivindicou o resgate da paridade e integralidade que nos foram retirados com a Reforma da Previdência (Emenda Constitucional 103/2019), outro tema que está ocorrendo no âmbito da Câmara Federal é a tramitação da Lei Orgânica da Polícia Civil do Brasil, Legislação de extrema importância a organização, atribuição, prerrogativa e estrutura das Polícias Civis brasileiras. Diante dos temas referidos, o pré-candidato a Deputado Federal Danrlei considerou as pautas importantes e afirmou perante a coletiva que vai apoiar a nossa Lei Orgânica no Congresso Nacional – Danrlei se comprometeu em dar ciência à cúpula do PSD em Brasília visando articulação política para que possamos obter êxito na aprovação da referida lei. O representante do PSD à Câmara Federal compreendeu o equívoco realizado pelo Parlamento Federal quando foram subtraídas a nossa paridade e integralidade, firmando compromisso para resgatar essas prerrogativas policiais.

Por sua vez, o pré-candidato Delegado Diogo, apresentou algumas pautas da sua campanha: a) Reestruturação da segurança pública com planejamento moderno que contemple – segurança preventiva, repressiva, interventiva e reincertiva; b) Propugnar Legislação de promoções com critérios justos, objetivos e eficazes na progressão funcional; c) Lutar para que a Polícia Civil Judiciária seja considerada em nossa Constituição Federal órgão essencial e indispensável à Justiça Criminal, sendo inserida no artigo 119 e seguintes da Carta Magna; pleitear pelo aumento do efetivo dos Policiais Civis, de acordo com o crescimento da população gaúcha que vem ocorrendo há décadas e a modernização da investigação criminal para combater as organizações criminosas, dentre outros fatores; d) Idealizar uma lei que conceda ao Policial Civil o direito de permanecer com sua arma no ato da aposentação; e) Apresentar proposta Legislativa para criação de lei fortalecendo o IPERGS, no que tange a assistência médica e hospitalar aos servidores públicos; f) Por fim, manifestou intenção de atualizar o Estatuto dos Servidores da Polícia Civil, Lei nº 7366/80, o qual está ultrapassado, defasado com as legislações atuais, dentre outras matérias referentes à carreira e segurança pública gaúcha.

Participaram do encontro o Presidente do SINPOL-RS; Mário Flanir, integrantes da Diretoria: Inspetora Cândida Fernanda da Silva Berqvist; Comissário Edson Norberto Engel; Inspetor Fábio Prado; Comissário Júlio César De Fabra Júnior; Comissária Ilorita Cansan; Comissário Volnei Arlindo Braga de Lima; e os associados Inspetor Carlos Alberto Salazar e Comissário Charles Maciel; e Jorge Vaz, parceiro comercial na área de seguros do SINPOL-RS.

Acesse as fotos da reunião na galeria de imagens a seguir:

 

Postada por Comunicação Sinpol/RS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + catorze =