SINPOL-RS apresenta reivindicações sobre o projeto de reestruturação do IPE Saúde

A direção do SINPOL-RS, participou de reunião em 02/05, terça-feira, no gabinete da Deputada Delegada Nadine/PSDB, para discutir de forma preliminar sobre o anteprojeto da reestruturação do IPE-SAÚDE, que será remetido para o parlamento gaúcho, quinta-feira, 04/05.

Na oportunidade o Presidente Mário, registrou à parlamentar sua inconformidade sobre como o núcleo do Governo Leite, está conduzindo a matéria do plano de saúde dos servidores, em especial da nossa Polícia Civil. Consta que a intenção governamental é a majoração das alíquotas de mensalidades considerando o requisito idade; criação de tabelas progressivas para os dependentes; aumento nas coparticipações em exames, procedimentos e atendimentos de urgências nos hospitais e clínicas, cujos dados estimados irão arrecadar a cifra de R$746 milhões de reais, por ano, sendo que o déficit mensal da autarquia perfaz a quantia de R$36 milhões de reais.

Dep. Delegada Nadine, Pres. do SINPOL-RS, Mário Flanir e representantes da ACPRS, UGEIRM e ASDEPRS – Fotos Miguel Noronha

Como respostas as estas questões, o SINPOL-RS, propôs: 1) auditoria externa pública imediata no IPE-SAÚDE, com a participação dos seguintes: TCE, Ministério Público de Contas, SEFAZ, PJ, AL, OAB, CONTROLADORIA DO IPE, PGE, e todas as entidades representativas dos servidores públicos; 2) fortalecimento e controle fiscal dos órgãos internos do IPE, cujo atual quadro de servidores está defasado e sucateado, levando a autarquia ao atual quadro de agonia; recomposição de todo o quadro funcional valorizando os servidores de carreira, eliminando assim, os apaniguados políticos; levantamento real do patrimônio de inventário imobiliário com a indicação dos seus valores venais, pertencentes ao IPE; esclarecimentos sobre os convênios e termos existentes com os municípios e entidades classistas, todos esses fatos estão no Ofício SINPOL-RS/nº 21/2023, entregue a todos os líderes dos partidos que compõem o parlamento gaúcho. Participaram da reunião os presidentes e representantes da ASDEP/RS, UGEIRM e ACP/RS.

A Deputada Delegada Nadine, declarou sua preocupação e afirmou em levar tais demandas ao Núcleo do Governo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + onze =