SINPOL-RS e entidades protestam junto ao Secretário da SSP, Sandro Caron, sobre decisão da 1ª Varal Criminal de Rio Grande/RS

O SINPOL-RS, Sindicato dos Servidores da Polícia Civil, representado pelo Presidente Mário Flanir, e os dirigentes da ACP/RS e UGEIRM, foram recebidos na sede da SSP pelo Secretário da Segurança Pública, Sandro Caron e o Chefe de Polícia, Delegado Fernando Antônio Sodré, na manhã desta terça-feira, 27/06, oportunidade que foi entregue manifestação de protesto e indignação, em consonância com nota oficial do Ministério Público do RS, repudiando, respeitosamente, a sentença prolatada pela Juíza da 1ª Vara Criminal de Rio Grande.

O ofício se refere a ação penal nº 5007920-40.2022.8.210023/RS, no qual a magistrada desclassificou o crime apurado para resistência à prisão (artigo 329 do CPP) desclassificando o entendimento do Ministério Público, cuja  denúncia contra o agressor que disparou por seis vezes contra os Agentes Policiais, atingindo em especial a Policial Civil Laline, que foi alvejada na cabeça, causando sérias lesões, com sequelas até a data de hoje. O Secretário Caron e o Delegado Sodré foram solidários aos protestos, exaltando o trabalho da Polícia Civil do RS, instituição respeitada no país inteiro pelo seu profissionalismo. O Secretário da Segurança Pública fundamentou que a sentença judicial deve ser respeitada, porém discorda como os fatos foram decididos pela juíza da 1ª Vara Criminal de Rio Grande/RS.

Durante a reunião outros temas foram abordados, as entidades questionaram o Secretário Segurança sobre as pautas relativas à simetria dos Comissários de Polícia, promoções dos Agentes e Delegados e o projeto que está tramitando na AL/RS, sobre a paridade e integralidade. Como resposta, afirmou que terá reunião com o Governador e após irá retornar às entidades, com a orientação definida pelo Poder Executivo. Declarou ser solidário aos pleitos das entidades sindicais.

A Direção do SINPOL-RS está atenta e acompanhará o desenrolar dos fatos até o final!

“O sacerdócio das atividades dos Policiais Civis Gaúchos, desempenhado por homens e mulheres, em defesa da sociedade, não podem ser menosprezado, pelo contrário, deve ser valorizado e respeitado pelas autoridades”. 
Mário Flanir
Presidente do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do RS

Fotos: Miguel Noronha

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − cinco =